O BLOG

Uso este espaço para postar alguns temas que gosto: arquitetura, construção, sistemas construtivos, paisagismo, patrimônio cultural, arte, museus/museologia, design, escultura, finanças, fotografia, música, e outras coisinhas..

Este blog é fruto das minhas leituras, edito o que mais gostei...para nossa inspiração!

Obrigada pela visita e volte sempre.

Seja Bem-Vindo (a) !!!

Este blog foi elaborado pela arquiteta Marjorie Karoline © 2008-2016

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

COBOGÓ

O Cobogó, foi criado em Recife, na década de 1930,  por três engenheiros, cuja sílabas iniciais do sobrenome, deram nome ao produto: Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August  Boeckmann e Antônio de is .

Foram concebidos a partir dos muxarabis, treliças de madeira que ficavam nas janelas das construções árabes.



Elemento vazado, inicialmente feito em cimento, posteriormente passou a ser construído com outros materiais como a argila, vidro, cerâmica, ferro, aço, madeira,  em muitos tamanhos e desenhos.

Auxilia na privacidade de ambientes e ainda garante  iluminação e ventilação natural. 

Elemento presente em obras de Lúcio Costa, Niemeyer e outros grandes arquitetos do século XX.

Hoje as peças reaparecem, influenciando o design contemporâneo brasileiro.



























 











  A partir de uma pesquisa das tipologias tradicionais dos cobogós cerâmicos, a equipe do Studio mk27, escritório liderado pelo arquiteto Marcio Kogan, elegeu três padronagens que foram relidas para se ajustar ao novo material, o mármore.
Apenas uma foi realizada, segue abaixo:

Padronagem - Cobogó Haaz - Marcio Kogan


Via  imagens variadas da internet.

Um comentário:

Os Comentários são moderados.
Não serão publicados comentários fora do contexto da postagem ou que utilizam de linguagem inadequada.