O BLOG

Uso este espaço para postar alguns temas que gosto: arquitetura, construção, sistemas construtivos, paisagismo, patrimônio cultural, arte, museus/museologia, design, escultura, finanças, fotografia, música, e outras coisinhas..

Este blog é fruto das minhas leituras, edito o que mais gostei...para nossa inspiração!

Obrigada pela visita e volte sempre.

Seja Bem-Vindo (a) !!!

Este blog foi elaborado pela arquiteta Marjorie Karoline © 2008-2016

domingo, 17 de janeiro de 2010

Arquitetos empregam materiais rústicos em projeto de ambulatório

Elvis José Vieira e Ricardo Hatiw Lú obtiveram bom resultado em conforto ambiental com o emprego de sistemas simples e tradicionais em obra no município de Suzano-SP. Luciana Tamaki



O Ambulatório de Especialidades Médicas, construído em dezembro de 2009 no município de Suzano-SP, privilegia sistemas construtivos simples e tradicionais. O projeto dos arquitetos Elvis José Vieira e Ricardo Hatiw Lú, do escritório Brasil Arquitetura, para uma área de 1 mil m², previu o emprego de materiais rústicos e sistema estrutural aparente.





As vigas de concreto em formato "U" ficam expostas junto à alvenaria e criam um sistema de calha moldada in loco. O concreto aparente nas empenas contrapõe-se à permeabilidade do vidro empregado para fechar as circulações. A cortina de blocos vazados em concreto favorece a troca térmica do interior com o exterior.




As lajes foram recobertas por coberturas metálicas. As telhas tipo sanduíche também favoreceram um ganho significativo no conforto ambiental.



A área dos consultórios, organizada em forma de "U", abraça o acesso principal e marca a entrada desde a rua até a recepção da edificação, enquanto o auditório surge atrás da empena de concreto como um monolítico preto, onde a entrada é protegida pela marquise flutuante amarela.



A administração do edifício surge como uma caixa de concreto protegida pelo brise-soleil em madeira certificada, utilizados com técnica mista. Perfis em aço empregados como estrutura vertical, de laje a laje, recebem as lâminas retangulares com simples sistema de fixação.


Fonte: Revista AU (jan.2010)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários são moderados.
Não serão publicados comentários fora do contexto da postagem ou que utilizam de linguagem inadequada.