O BLOG

Uso este espaço para postar alguns temas que gosto: arquitetura, construção, sistemas construtivos, paisagismo, patrimônio cultural, arte, museus/museologia, design, escultura, finanças, fotografia, música, e outras coisinhas..

Este blog é fruto das minhas leituras, edito o que mais gostei...para nossa inspiração!

Obrigada pela visita e volte sempre.

Seja Bem-Vindo (a) !!!

Este blog foi elaborado pela arquiteta Marjorie Karoline © 2008-2016

domingo, 25 de setembro de 2011

Trabalhe em casa com prazer - Home Office parte 2

Trabalha em casa? Quem disse que o canto reservado ao trabalho e ao estudo em casa tem que ser sisudo e sem graça?

 Na janela, cortina de voal . As cadeiras (Tok & Stok) entram no clima. Para valorizar a paisagem, com vista para o Pão de Açúcar, e trazer a natureza para dentro, a primeira providência foi abrir uma janela na parede da frente e emoldurá-la de grama sintética.
Boa ideia: revestida de hera sintética (Festa Mix), a parede verde deu vida ao escritório. O material foi grampeado sobre ripas de madeira fixadas com pregos na alvenaria.






Com liberdade para criar, a cenógrafa carioca Gigi Barreto transformou parte da sua casa em um bem-humorado cenário para abrigar sua mesa de trabalho e a das sócias, Olivia Azevedo e Natasha Frota. 

 A bancada em L de freijó veio do antigo apartamento da cenógrafa. As prateleiras de alvenaria ganharam frente falsa de MDF para criar o efeito amadeirado. 


Para garantir mais privacidade aos moradores, a arquiteta  reinventou o layout desse apartamento carioca. Ela tirou partido das medidas generosas da sala íntima e idealizou o escritório em um dos cantos do cômodo: um amplo pano de vidro limita o ambiente sem isolá-lo completamente. Feita de peroba, a estante suspensa  ganhou portas de vidro para proteger os livros. O pendente (La Lampe) proporciona uma luz fria à mesa de trabalho. O colorido da manta e das almofadas sobre o sofá deixa a cena mais alegre.







Outra saída esperta foi desenhar a bancada em uma altura abaixo da parede de madeira e assim esconder materiais espalhados ali. 


Um ambiente despojado, simples e funcional era tudo o que o jovem morador desse apartamento desejava. Como atua na área de marketing e costuma trazer trabalho para casa, pediu ao arquiteto uma decoração elegante e sóbria, que não tirasse sua atenção do computador. O arquiteto desenhou então uma marcenaria prática e escolheu o matiz chocolate para a parede de fundo. Sobre o piso, o tapete de couro deixa a cadeira deslizar pelo cômodo. “O marrom absorve a luz natural intensa e realça os móveis”, assinala. Desenhada pelo arquiteto, a bancada de madeira  ocupa toda a extensão da parede e oferece espaço de sobra para o computador, a base do iPod e os papéis. Essencial nas reuniões de trabalho que o rapaz gosta de promover em casa, o sofá foi revestido de chenile azul (Donatelli). A cadeira de Charles e Ray Eames (Micasa), o tapete (By Kamy) e a cortina de sarja crua (Sol e Art) trazem conforto.





 Apê com 40m²




Via: Casa Claudia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários são moderados.
Não serão publicados comentários fora do contexto da postagem ou que utilizam de linguagem inadequada.