O BLOG

Uso este espaço para postar alguns temas que gosto: arquitetura, construção, sistemas construtivos, paisagismo, patrimônio cultural, arte, museus/museologia, design, escultura, finanças, fotografia, música, e outras coisinhas..

Este blog é fruto das minhas leituras, edito o que mais gostei...para nossa inspiração!

Obrigada pela visita e volte sempre.

Seja Bem-Vindo (a) !!!

Este blog foi elaborado pela arquiteta Marjorie Karoline © 2008-2016

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Ricardo Legorreta (1931 - 2011)

Morre Ricardo Legoretta, mestre das cores fortes e planos geométricos.

Combinando superfícies geométricas em cores saturadas com a tradição arquitetônica mexicana ele projetou mais de cem obras no México e vários outros países.

Uma notícia que me deixou triste, um arquiteto memorável.

Legorreta foi descrito como “o principal arquiteto atuante do México cujo trabalho mistura modernismo com as tradições e a cultura de seu país”.

O arquiteto mexicano Ricardo Legorreta foi o vencedor da edição de 2011 do Praemium Imperiale, principal premiação do Japão dedicada a diferentes tipos de arte e concedida pelo imperador do país.




O arquiteto mexicano Ricardo Legorreta Vilchis morreu no dia 30 de dezembro aos 80 anos de idade em decorrência de um câncer de fígado. Sócio-fundador do escritório Legorreta + Legorreta (anteriormente chamado Legorreta Arquitetos), ele foi um dos maiores representantes da arquitetura moderna em seu país e já recebeu premiações como a medalha de ouro da UIA (União Internacional de Arquitetos) e o Prêmio Imperial, da Associação de Arte do Japão. 

Legorreta formou-se em 1952 na Universidade Nacional Autônoma do México, onde foi professor entre 1959 e 1962. Destacou-se como chefe do ateliê de José Villagrán García, de quem se tornou sócio entre 1955 e 1960. Em 1960, fundou o escritório Legorreta Arquitetos com Noé Castro e Carlos Vargas, onde trabalhou até o final de sua vida. 

O arquiteto possui uma série de obras construídas dentro e fora do México. Entre elas, estão o Hotel Camino Real de Polcanco (Cidade do México), um dos mais importantes da sua trajetória, a fábrica IBM (Guadalajara), o Museu Labirinto de Ciências e Artes (San Luis Potosí), o Children''s Discovery Museum (San José, Califórnia) e o plano diretor de Solana (Texas). 

No Brasil, desenvolveu os projetos: Casa Itacaré, na Bahia, a Fazenda Matão, elaborada junto com Ricardo Lemus em São Paulo, a Casa Morumbi e Casa São Sebastião, ambas criadas em parceria com Gui Mattos em São Paulo.

O corpo de Ricardo Legorreta foi cremado na manhã do dia 31, na Cidade do México.


Hotel Camino Real (esquerda) e Solana (direita) 

 Hotel Camino Real
Hotel Camino Real
Hotel Camino Real

Casa Itacaré (esquerda) e Fazenda Matão (direita) 

Casa Del Agua



CASA LA COLORADA, Valle de Bravo, México


CASA EN WESTWOOD, Los Ángeles, California





OFICINAS THORNBURG
, Santa Fe, E.U.A.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários são moderados.
Não serão publicados comentários fora do contexto da postagem ou que utilizam de linguagem inadequada.