O BLOG

Uso este espaço para postar alguns temas que gosto: arquitetura, construção, sistemas construtivos, paisagismo, patrimônio cultural, arte, museus/museologia, design, escultura, finanças, fotografia, música, e outras coisinhas..

Este blog é fruto das minhas leituras, edito o que mais gostei...para nossa inspiração!

Obrigada pela visita e volte sempre.

Seja Bem-Vindo (a) !!!

Este blog foi elaborado pela arquiteta Marjorie Karoline © 2008-2016

sábado, 18 de setembro de 2010

Benefícios de um ambiente hospitalar bem equipado

Entrevista Moacyr Scliar

O médico e escritor Moacyr Scliar acredita que o ambiente de saúde pode ser um promotor de saúde, mas não descarta que a assistência ainda pesa mais. Logo que chegou a Porto Alegre-RS a família de imigrantes judeus Scliar ficou conhecida como sendo de componentes ligados a cultura.

Carlos Scliar era pintor, Salomão Scliar era um bom fotógrafo, Ester Scliar era compositora, Leonor Scliar era professora de literatura. Moacyr Scliar provou que os frutos não caem longe da árvore. O médico e escritor é autor de 68 livros, entre romances, crônicas, contos e ensaios, os quais muitos lhe foram concedidos prêmios literários. Nasceu no bairro judaico do Bom Fim, no dia 23 de março de 1937. Apesar de ter nascido em família pobre, Moacyr Scliar costuma dizer que poderia faltar comida em casa, mas nunca livros.

Uma vez por mês sua mãe o levava para comprar pelo menos um livro na livraria Global, dia que Moacyr se deslumbrava.

A partir de 1943 estudou na Escola de educação e Cultura, conhecida como Colégio Iídiche e em 1948 transferiu-se para uma escola mais rígida, o Colégio Rosário.

Por passar grande parte do tempo escrevendo, Scliar era conhecido no Bom Fim como o menino que escrevia. As pessoas do bairro lhe pediam para escrever discurso para festas e esse foi um grande estímulo para uma de suas profissões.

Foi em Porto Alegre que se formou em medicina, em 1962. Nesse mesmo ano seu primeiro livro, Histórias de um Médico em Formação, foi publicado. Scliar não acreditava em seu talento literário e a medicina era aparentemente uma boa opção profissional.

Especializou-se no campo de saúde pública como médico sanitarista. Fez curso de pós-graduação em Israel, é doutor em Ciências pela Escola Nacional de Saúde Pública e lecionou na Universidade do Texas, em Austi, e em outras faculdades conceituadas. Fez residência em medicina interna, onde se interessou pela tuberculose como uma doença de saúde pública, trabalhando como clínico do Hospital Sanatório Partenon. Após um curso sobre o assunto foi convidado para trabalhar na Secretaria da Saúde do Estado. Em 2003 foi eleito para compor a Academia Brasileira de Letras, por 35 votos dos 36 acadêmicos.

De acordo com o autor, a medicina sempre foi sua grande inspiração. No livro Doutor Miragem, Scliar conta à história de um médico que é seqüestrado e o seqüestrador fica doente. Também escreveu sobre personagens históricos, como o médico Osvaldo Cruz, de Sonhos Tropicais e o médico Noel Nutels, de A Majestade do Xingu. É raro Scliar escrever algo em que não haja alusão à sua condição de médico. Os aspectos de saúde pública sempre despertaram interesse para o autor, e a história da medicina também lhe inspira.

Moacyr Scliar colabora com os principais veículos de comunicação de mídia impressa, alguns dos seus textos foram adaptados para o cinema, o teatro e a tevê. A seguir, entrevista que Scliar concedeu a A.H sobre a influência do ambiente hospitalar na relação de trabalho.

A.H. - Qual a contribuição que o ambiente de trabalho pode oferecer à realização da atividade do profissional de saúde?
Scliar - O profissional de saúde é uma pessoa que precisa de condições materiais e emocionais para realizar o seu trabalho. Um ambiente de trabalho agradável e confortável é essencial para contribuir com essa labuta.

A.H. - O ambiente interfere em que escala e em que aspectos para a qualidade da assistência?
Scliar - De várias maneiras o ambiente interfere, inclusive do ponto de vista da higiene. É inadmissível que, pelas precárias condições, um consultório ou ambulatório resultem em perigo de contaminação para as pessoas.

A.H. - Conte alguma experiência vivida por você, onde o edifício interferiu na prática profissional?
Scliar - Logo que me formei trabalhei num posto de saúde que era de madeira, não tinha água corrente, não tinha banheiro e onde, por causa do teto de zinco, o calor era insuportável. Atender ali era um martírio. Também trabalhei num hospital em que ratos e baratas corriam pelos corredores.

A.H. - É possível compatibilizar os interesses existentes entre a preservação ambiental e a prática assistencial?
Scliar - Não só é possível, como é altamente desejável.

A.H. - Como é um ambiente de trabalho hospitalar ideal?
Scliar - Onde as palavras chaves: limpeza, higiene, conforto, disponibilidade de recursos técnicos e ambientes agradáveis estão sempre presentes.

A.H. - Qual a visão contemporânea do profissional e do usuário para o ambiente de saúde que efetivamente promova saúde?
Scliar - De maneira geral, tanto os profissionais como os pacientes estão conscientes da necessidade de se ter um bom ambiente de saúde para se trabalhar.

A.H. - O ambiente de saúde pode ser um promotor de saúde??
Scliar - Claro. Todo ambiente influencia as pessoas, positivamente ou negativamente. Um posto de saúde limpo, por exemplo, ensina o hábito de higiene.

A.H. - Os materiais aplicados no edifício hospitalar são percebidos pelo profissional e pelos usuários?
Scliar - Certamente.

A.H. - O conforto humano no ambiente de saúde depende do edifício e da assistência em igual proporção?
Scliar - Não, acho que a assistência ainda pesa mais.

A.H. - As diversidades de ambientes de saúde representam uma evolução da compatibilidade do edifício à atividade ou isso pode criar muitos ruídos da percepção dos usuários?
Scliar - As diversidades de ambientes de saúde dependem das necessidades dos profissionais e de suas exigências.

A.H. - Qual a dimensão da função terapêutica do ambiente de saúde?
Scliar - É muito grande, influencia e muito, na cura.
Créditos: Flex Editora


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os Comentários são moderados.
Não serão publicados comentários fora do contexto da postagem ou que utilizam de linguagem inadequada.